terça-feira, dezembro 30, 2008

Fotos de Augusto Malta

Um dos mais importantes fotógrafos do Rio antigo, Augusto Malta ganhou um portal na internet. A página (http://portalaugustomalta.rio.rj.gov.brdará acesso às fotos digitalizadas, o que além de facilitar as pesquisas, oferece segurança para as fotos originais. O portal também contém textos de pesquisadores e fotógrafos.

sábado, dezembro 27, 2008

Burle Marx

 
A exposição que está no Paço Imperial mostra muito bem a relação como a pintura e o paisagismo de Roberto Burle Marx dialogam. Muito bacana.

"Roberto Burle Marx 100 anos - A permanência do instável" é uma realização da Fundação Roberto Marinho, do Paço e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A mostra reune 335 trabalhos do artista e vai até o dia 22 de março.
Posted by Picasa

sexta-feira, dezembro 19, 2008

Rosental Alves eleito presidente da Orbicom

Rosental C. Alves, the Knight Chair in Journalism and UNESCO Chair in Communication at The University of Texas at Austin, has been elected president of Orbicom, a UNESCO network that links international communication leaders in an effort to affect social justice, democracy and good governance.

Alves, who was unanimously elected by the Orbicom board of directors, will serve a two-year term. He succeeds outgoing president Alain Modoux, a communication consultant from Geneva, Switzerland.

As the chairman of the board of Orbicom, Alves will work with the organization's secretariat based in Montreal, Canada, to coordinate the efforts of the network, especially in research of global communication issues.

Jointly created in 1994 by UNESCO and Université du Québec à Montréal, Orbicom is a network of 250 associate members and 31 UNESCO chairs in communication from around the world. These communication leaders represent academic, media, corporate and government circles and take a multinational, multisectorial and multilingual approach to seven key issues:

  • Communication and international development
  • National information policies and communications law
  • Access to, transfer and use of new technologies
  • Strategic development with reference to communications training, conflict resolution and inter- or intra-institutional communications
  • Media development and management
  • Public relations, public affairs and advertising
  • Professional training and ethics in journalism, public relations and other communications activities

O fim do laranja

Geralmente é o azul, que está na bandeira, mas a cor da prefeitura do Rio muda a cada gestão. É marca política. Alguns mais ligados ao socialismo usaram o vermelho. Os últimos anos do prefeito Cesar Maia foram tingidos de Laranja,  uma homenagem à Comlurb, que talvez nunca mais será repetida. Eduardo Paes ainda não assumiu, mas já anuncia seu tom:

 

Camisas de Romário

Interessante a coleção de camisas de Romário:
 
 
PSV 1992-1993  #9#  DE LOJA  por martytasso PSV 1992-1993  #9#  DE LOJA  por martytasso BARCELONA 93-94  #10#  DE LOJA  por martytasso BARCELONA 93-94  #10#  DE LOJA  por martytasso BARCELONA 93-94  #10#  DE LOJA  por martytasso Barcelona Torcida por martytasso Barcelona Torcida por martytasso
BRASIL 1993-1994  #11#  DE LOJA AUTOGRAFADA  por martytasso BRASIL 94 DETALHE por martytasso BRASIL 94 COSTAS por martytasso FLAMENGO 1995 #11# USADA EM JOGO AUTOGRAFADA por martytasso FLAMENGO 1995 #11# USADA EM JOGO AUTOGRAFADA por martytasso FLAMENGO 1995 #11# USADA EM JOGO AUTOGRAFADA  por martytasso FLAMENGO 1996 #11# DE LOJA  por martytasso
FLAMENGO 1996 #11# DE LOJA  por martytasso FLAMENGO 1996 #11# DE LOJA  por martytasso FLAMENGO 1996 #11# DE LOJA  por martytasso FLAMENGO 1996 #11# DE LOJA  por martytasso VALENCIA 1996 #11# DE LOJA  por martytasso VALENCIA 1996 #11# DE LOJA  por martytasso VALENCIA 1996 #11# DE LOJA  por martytasso
 

quarta-feira, dezembro 17, 2008

Palavras de José Saramago

"Não pode haver conferência de imprensa sem palavras, em geral muitas, algumas vezes demasiadas. Pilar insiste em recomendar-me que dê respostas breves, fórmulas sintéticas capazes de concentrar longos discursos que ali estariam fora de lugar. Tem razão, mas a minha natureza é outra. Penso que cada palavra necessita sempre pelo menos outra que a ajude a explicar-se. A coisa chegou a um ponto tal que, de há tempos a esta parte, passei a antecipar-me às perguntas que supostamente me farão, procedimento facilitado pelo conhecimento prévio que venho acumulando sobre o tipo de assuntos que aos jornalistas mais costumam interessar. O divertido do caso está na liberdade que assumo ao iniciar uma exposição dessas. Sem ter de preocupar-me com os enquadramentos temáticos que cada pergunta específica necessariamente estabeleceria, embora não fosse essa a sua intenção declarada, lanço a primeira palavra, e a segunda, e a terceira, como pássaros a que foi aberta a porta da gaiola, sem saber muito bem, ou não o sabendo de todo, aonde eles me levarão. Falar torna-se então numa aventura, comunicar converte-se na busca metódica de um caminho que leve a quem estiver escutando, tendo sempre presente que nenhuma comunicação é definitiva e instantânea, que muitas vezes é preciso voltar atrás para aclarar o que só sumariamente foi enunciado. Mas o mais interessante em tudo isto é descobrir que o discurso, em lugar de se limitar a iluminar e dar visibilidade ao que eu próprio julgava saber acerca do meu trabalho, acaba invariavelmente por revelar o oculto, o apenas intuído ou pressentido, e que de repente se torna numa evidência insofismável em que sou o primeiro a surpreender-me, como alguém que estava no escuro e acabou de abrir os olhos para uma súbita luz. Enfim, vou aprendendo com as palavras que digo. Eis uma boa conclusão, talvez a melhor, para este discurso. Finalmente breve."  http://caderno.josesaramago.org/2008/12/17/palavras-2/

 

terça-feira, dezembro 16, 2008

Entrevistas

O Rio Mídia fez um interessante especial de entrevistas, que eu copio abaixo:
 
- Tecnologias no cotidiano das crianças surdas
Entrevista com a professora Sandra Alonso, coordenadora da área de informática educativa do INES.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=65632

- Os jogos eletrônicos: artefatos nada inocentes
Entrevista com o pesquisador Cláudio Lucio Mendes.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=67442

- Literatura latino-americana
Entrevista com a professora Alicia Ramal, professora do Departamento de Letras da PUC-Rio.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=67289

- O teatro infantil brasileiro
Entrevista com o dramaturgo, diretor e professor Carlos Augusto Nazareth.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=67221

- Tecnologias e a mente humana
Entrevista com o professor Aristides Alonso, da Uerj e da UniverCidade de Deus.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=67110

- O que as crianças e os jovens fariam com uma câmera na mão?
Entrevista com a professora Vânia Lúcia Quintão Carneiro, da Faculdade de Educação da UNB.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=65284

- Aquecimento global. O que é possível fazer?
Entrevista com o professor Sérgio Besserman.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=68356

- O discurso dos desenhos animados
Entrevista com a pesquisadora Nazareth Pirola.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=68122

- Os jovens e a língua portuguesa
Entrevista com o professor Evanildo Bechara, da ABL.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=68046

- As crianças e os impressos
Entrevista com a jornalista Josy Fischberg.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=67955

- A construção dos estados mentais
Entrevista com o professor Evandro Vieira Ouriques, da UFRJ.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=67698

- Cabeças digitais
Entrevista com a professora Rosane Abreu, do CAP da UFRJ.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=67513

- Tropa de elite
Entrevista com o cineasta José Padilha.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=69382

- Rede cultura infância
Entrevista com o ator e o diretor Gabriel Guimard.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=69153

- As crianças de classes populares
Entrevista com a pesquisadora Anna Karine Gurgel de Castro Alves.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=66471

- Em bom português
Entrevista com a professora Claudia Wanderley, da Unicamp.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=69072

- Second life: que história é essa?
Entrevista com Emiliano de Castro, diretor de marketing do Second Life Brasil.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=68682

- Conheça a Teachers TV
Entrevista com o diretor Paul Ashton
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=3&label=Entrevistas&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=68664

- Celular, novas interações
Entrevista com a jornalista Camila Maciel Mantovani.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=70149

- Educação ambiental na TV
Entrevista com o jornalista André Trigueiro.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=69848

- A criança negra na televisão brasileira
Entrevista com o cineasta Joel Zito, consultor da Fundação Cultural Palmares.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=68226

- Reputação digital
Entrevista com o consultor Cacau Guarnieri.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=70848

- Os jovens e as lan houses
Entrevista com o advogado Antônio Carvalho Cabral, da Fundação Getúlio Vargas.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=70756

- Crianças sem direitos
Entrevista com o professor Roberto da Silva, da Faculdade de Educação da USP.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=70450

- Autoria na Era Digital
Entrevista com o professor Sérgio Abranches, da Universidade Federal de Pernambuco.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=71903

- Homossexualidade na escola
Entrevista com a professora Mônica Pereira dos Santos, da UFRJ.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=71636

- Classificação indicativa: o tiro que saiu pela culatra
Entrevista com o professor e advogado José Eduardo Romão.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=3&label=Entrevistas&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=69127

- Corpo, violência e poder
Entrevista com a professora Iara Beleli, do Núcleo de Estudos de Gênero de Unicamp.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=71555

- Observatório da mídia regional
Entrevista com o professor Edgard Rebouças, da Universidade Federal de Pernambuco.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=71217

- Mídia japonesa no Brasil
Entrevista com o pesquisador Gustavo Dore.
http://www.multirio.rj.gov.br/portal/riomidia/rm_entrevista_conteudo.asp?idioma=1&idMenu=4&label=&v_nome_area=Entrevistas&v_id_conteudo=71271

Vamos Flamengo!

A torcida ainda salva o Flamengo. Espero que o clube melhore, caso contrário, as coisas podem piorar.
 
O prefeito Cesar Maia divulgou isso hoje em sua newsletter: "A Globosat em conjunto com os institutos Ibope e Datafolha acaba de divulgar a primeira pesquisa realizada entre torcedores-consumidores dos canais pay-per-view do Campeonato Brasileiro de futebol. De acordo com o novo contrato assinado pelos times com o Clube dos 13, que é válido para o triênio 2009-2011, os números da pesquisa serão utilizados como referência para a distribuição de cotas do PPV. O clube que tiver o maior número de torcedores nos canais pay-per-view receberá uma fatia maior na divisão dos valores. O Ibope e Datafolha ouviram 8.193 pessoas em 11 capitais do País. Confira os dez clubes mais citados pelos entrevistados:
 
1-) Flamengo - 13,84% 
2-) Corinthians - 9,77% 
3-) São Paulo - 9,21% 
4-) Palmeiras 8,23%
5-) Grêmio - 8,17% 
6-) Internacional - 6,87% 
7-) Cruzeiro - 6,56% 
8-) Vasco - 6,46% 
9-) Atlético-MG - 5,94% 
10-) Fluminense - 5,55%"

domingo, dezembro 07, 2008

raridades da música

Bacana. A revista Bravo listou sites de pesquisadores de raridades da música:

Loronix - O blog de ZecaLouro apresenta discos raros de todas as épocas da MPB. O site, um dos mais conhecidos dos internautas, é todo em inglês.

Kriola - Pixinguinha, Tim Maia, Elizeth Cardoso, músicas do Show Opinião, entre outras raridades da chamada pelo próprio blog de "música nega do cabelo duro" de todas as partes do mundo.

Original Pinheiros Style (OPS) - Erlon Chaves, Eumir Deodato entre outras raridades podem ser encontrados no blog, que não se restringe à música popular brasileira.

Cavalo 23 - Bola Sete, Nilze Carvalho e Carlos Cachaça são alguns dos que cavalgam pelo blog "eqüino" de música. Vale dar uma passeada pelos "estábulos recomendados", o link de favoritos. Indicações puro sangue.

Um que tenha - Com o lema "Pode escolher, desde que seja um que tenha", o site possui desde Quinteto Armorial tocando Astor Piazolla a Victor Assis Brasil tocando Tom Jobim.

Sacundinbenblog - Monsueto e uma compilação exclusiva dos funks de Roberto Carlos são boas pedidas no site cujo nome é uma referência à um clássico de Jorge Ben.

BR- Instrumental - Canhoto da Paraíba, Uakti, Toninho Horta e Rio 65 Trio podem ser recuperados por aqui.

Acervo Origens - Trio Chamego, Lorota Boa, Gordurinha e um rico acervo de forró e música do nordeste do país.

Sabadabada - Raridades da década de 70 como Luiz Eça e Quinteto Villa Lobos, além de trilhas sonoras como a de Roberto Carlos e o Diamante Cor de Rosa, com uma capa psicodélica.
Fonte: 
http://bravonline.abril.com.br/conteudo/assunto/assuntos_406314.shtml

terça-feira, novembro 25, 2008

O Rio tem solução

A UERJ começou uma série chamada O Rio tem Solução. O primeiro tema é educação. Vai lá: http://www.uerj.br/modulos/kernel/index.php?pagina=174&cod_noticia=2802
 
Na próxima semana, o tema tratado será Segurança Pública.

segunda-feira, novembro 24, 2008

O ônibus da história

Depois de perdermos as chances de conquistar o hexa para o São Paulo, é preciso pensar em estrutura. Campos, organização, jogadores, longo prazo etc.
 
No dia seguinte à derrota, na qual o time sofreu com a desorganização, o Flamengo anuncia um concurso para escolher qual será seu novo ônibus. O feito, porém, deve ser creditado mais a empresa do que ao clube, já que outros times também estão com a mesma inciativa. Ou seja, a diretoria está devendo uma resposta à altura do clube.
 
 
Opções de layout

O Clube de Regatas do Flamengo acaba de fechar uma parceria com a Volkswagen Caminhões e Ônibus. A empresa irá fornecer o ônibus para o transporte dos jogadores do Clube a partir da próxima temporada. O Flamengo contará com o modelo Volksbus 18.320 EOT, equipado com todos os itens de conforto para os seus ocupantes.

 A partir de hoje (24/11), os torcedores podem escolher a pintura do ônibus do Flamengo. Através do hot site www.vwcofutebol.com.br, os participantes votarão em uma das três opções disponíveis.

 O layout interno do ônibus é customizado, já que a Volkswagen Caminhões e Ônibus reuniu-se com o departamento de futebol do clube e desenvolveu o veículo sob medida para a necessidade do Flamengo. Desde a disposição das poltronas até o número máximo de assentos, tudo foi pensado junto com o Clube para garantir maior conforto aos atletas.

 O ônibus Rubro-Negro possui frigobar, ar condicionado, TV's com tela de LCD, e banheiro. O ônibus reunirá ainda o que há de mais moderno em termos de tecnologia, contando inclusive com transmissão automática importada da Bélgica.

"Graças a esta ação pioneira da Volkswagen Caminhões e Ônibus, os clubes parceiros passam a contar com recursos de transporte equivalentes aos dos clubes europeus", diz Cortes.

Boneca pra ela, game pra ele

Elas querem bonecas, eles tecnologia. De acordo com a lista anual da National Retail Federation, o brinquedo favorito das meninas continua sendo a Barbie. As bonecas Bratz, que têm os cabelos coloridos, usam maquiagem e roupas modernas, perderam o segundo o lugar para os produtos da linha Hanna Montana. No lado dos meninos, videogames e o console Wii estão no topo da lista. Os garotos também querem ganhar Legos e carrinhos, sejam eles da linha Hot Wheels ou de controle de remoto. Fonte

sexta-feira, novembro 21, 2008

Providência privada, riscos privados

O senado argentino aprovou nesta quinta-feira a nacionalização da previdência privada do país, criada há quase quinze anos no governo Menem. Não consegui achar no Google, mas me lembro da notícia: depois de 30 anos de contribuição, um cara recebeu uma carta da seguradora informando que seu contrato fora revisto. Ele teria que pagar mais e receberia menos, algo assim. O fato é que sempre desconfiei dos planos de previdência privada e dos seguros. São vendidos como a solução para todos os problemas, como proteção, como o fim de sua dor de cabeça, mas há letras bem miúdas nos contratos. Como todo investimento, há riscos.

quarta-feira, novembro 19, 2008

Bruno Senna X Lucas di Grassi

Bruno Senna completa 107 voltas em sua avaliação de dia inteiro na Honda.

Seu foco durante a manhã foi estabelecer um bom acerto básico, mas tráfego frustrou suas saídas à pista com pneus novos. Bruno continuou a trabalhar em melhorar o carro à tarde, indo à pista mais duas vezes com pneus novos e marcando tempos de volta consistentes.

Os próximos testes da equipe ocorrerão no Circuito de Jerez, na Espanha, de terça-feira, 9, a quinta, 11 de dezembro.

BRUNO SENNA
"Hoje foi um dia realmente bom, e estou muito satisfeito. Eu fiquei muito mais confortável e confiante no carro e acho que isso apareceu nos tempos de volta, tanto em termos dos tempos em si quanto de consistência. Achamos alguns bons acertos e pudemos fazer muito progresso ao longo do dia. Se o que fiz hoje é bom o suficiente cabe à equipe decidir agora, e eu respeito isso. Porém, para mim pessoalmente, sendo esta minha primeira vez em um carro de Fórmula 1, tenho de estar contente com o que consegui hoje. Pilotar um carro de Fórmula 1 é uma sensação muito especial e é muito fácil de saber por que ele é o ápice dos esportes a motor. É muito diferente de qualquer outra coisa que você pode guiar, e eu só queria ir mais e mais rápido. A despeito do trabalho duro e do enfoque aqui nesta semana, eu realmente me diverti. A equipe Honda é muito profissional e eu estou orgulhoso de ter passado esse tempo com ela durante esta semana, muito especial para mim."

ROSS BRAWN
"Além do nosso programa de testes principal, aproveitamos a oportunidade para avaliar os talentos emergentes de Lucas di Grassi e Bruno Senna. Ambos os pilotos passaram um dia e meio em nosso carro, o que permitiu à equipe avaliar seu desempenho e nível de habilidade técnica. Tanto o Lucas quanto o Bruno tiveram desempenho admirável no decorrer da semana, e seu evidente empenho e entusiasmo fizeram ser um prazer trabalhar com eles. Agora empregaremos algum tempo para analisar cuidadosamente o que levantamos com estes testes, antes de chegar a quaisquer novas conclusões."

Fotos de Júlio César Guimarães e curadoria de Custódio Coimbra

A exposição Júlio César Guimarães - 20 Anos de Fotografia será aberta ao público no dia 3 de dezembro, no Centro Cultural Justiça Federal (Avenida Rio Branco 241, Centro). Júlio César apresenta ensaio inédito, em preto e branco, sobre personagens de três cidades: Paris, Nova York e Jericoacoara, no Ceará. A exposição tem curadoria do fotógrafo do jornal O Globo Custódio Coimbra e textos de Pedro Vasquez, mestre em História da Arte. Leia mais http://www.jornalistas.org.br/ler_imprensa.asp?id=1037

Vou aprender a usar o RSS

Pisani:"La gente todavía le tiene mucho miedo a la tecnología" 

Esse aí em cima é Francis Pisani, doutor em Ciências Políticas e Estudos Latinoamericanos na Sourbonne, onde também estudou Sociologia e Economia Política: especialista em ferramentas digitais e o seu uso por jornalistas. Em seus cursos o francês ensina a organizar a informação e a encontrá-la. Além disso, pelo que pude deduzir, ensina a enfrentar o medo de aprender (ou o de reconhecer ignorâncias). http://www.lanacion.com.ar/nota.asp?nota_id=1071493 

terça-feira, novembro 18, 2008

Rio sem azul

A nova companhia aérea brasileira, a Azul - www.voeazul.com.br - flertou com o Rio, mas deu a mão para São Paulo. A empresa escolheu Viracopos, em Campinas, como base inicial de suas operações. De lá pretende realizar vôos diretos para Porto Alegre, Salvador, Curitiba e Vitória.
 

sexta-feira, novembro 14, 2008

Flamengo comemora 113 anos

Logo do aniversário do Flamengo 113 anos

O Clube de Regatas do Flamengo comemora 113 anos no sábado, dia 15 de novembro.

Veja a programação : (evento exclusivo para sócios e convidados de sócios)

7h ------- Alvorada no Remo (toque de alvorada, hasteamento das bandeiras e queima de fogos).
8h ------- Chocolate Amigo na Boca Maldita.
9h ------- Jogo entre os sócios da FLAPEL.
10h ------- Ato Ecumênico na Capela de São Judas Tadeu.
10h -16h -Recreação para as crianças no parquinho.
11h ------- Jogo feminino entre atrizes e modelos.
11h ------- Reco-Reco na Boca Maldita. 11h - Entrega de diplomas às novas 13 Embaixadas da Nação(Auditório Rogerio Steinberg)
12h ------- Jogo de encerramento entre artistas rubronegros.
Local: Sede do C.R.Flamengo - Av. Borges de Medeiros, 997 - Gávea / RJ

quarta-feira, novembro 12, 2008

Eduardo Paes, Cesar Maia e Brizola

A análise é do próprio Cesar Maia:
 
A ÁRVORE GENEALÓGICA POLÍTICA DE BRIZOLA NA PREFEITURA DO RIO!

1. Brizola, eleito governador, nomeia os prefeitos Jamil Hadad em 1983 e Marcello Alencar entre 1984 e 85. Era na época prerrogativa dos governadores. No retorno da eleição direta, Brizola lança e consegue eleger o senador do PDT, Saturnino Braga, prefeito do Rio em 1985.

2. Saturnino rompe com Brizola em 1988 e na eleição desse ano Brizola lança Marcello Alencar que vence a eleição. Após cumprir o mandato, Marcello Alencar rompe com Brizola.

3. Em 1991, o ex-secretário de fazenda de Brizola e deputado federal do PDT, Cesar Maia, é excluído pela bancada federal e tem que sair do partido. Candidato em 1992, vence a eleição para prefeito do Rio.

4. Não havendo na época reeleição, Cesar Maia lança seu secretário de urbanismo, Luiz Paulo Conde e vence a eleição. Em 1999, Conde rompe com Cesar Maia e tenta a reeleição, mas é derrotado exatamente pelo seu criador.

5. Cesar Maia, como prefeito, lança uma geração de jovens na política, especialmente nas subprefeituras e consegue eleger praticamente todos como vereadores. Entre eles Eduardo Paes, eleito depois duas vezes deputado federal com apoio de Cesar Maia. Esse, logo após a eleição de 2002, em que se candidatou na condição de secretário de meio ambiente de Cesar Maia, rompe com seu criador.

6. Finalmente, neste ano de 2008, Paes é eleito prefeito do Rio.

7. No topo da árvore genealógica política, Leonel Brizola, que desde 1983, diretamente ou através de seus secretários, vem elegendo os prefeitos do Rio, mesmo que eventualmente no momento da eleição não estivessem mais no partido de seus criadores

Búzios for sale

Deu no NYT: Búzios is two hours by car from the city of Rio de Janeiro, but many visitors take a 20-minute helicopter ride to and from the city. There are several sheltered beaches on the inland side of the peninsula, but the eastern side's bigger waves provide good sport for surfers. Instead of driving, some visitors hire boats to take them from one beach to another. The area's main street, Rua das Pedras, is a popular nightspot and has many restaurants.
 
Demand from foreign buyers in Brazil has fallen off sharply in recent months, according to Donald Pearson, owner of Kurfiss Sotheby's International Realty. He says investors are pulling money out of developing markets to cover losses elsewhere. Apartments in Ipanema, a popular Rio neighborhood, cost around $1,000 a square foot, but he expects prices to drop to $700 or $800 a square foot.
 
Foreigners can buy homes without restriction in Brazil. The legal aspects of a transaction are handled by a notary, whose fees range from 2 to 3 percent of the purchase price, he said. Buyers also pay a 3 percent transfer tax. A Brazilian tax identification number is required before property can be bought. Brazil's mortgage system is relatively robust despite the global credit crisis. Most foreign buyers are better off borrowing from a Brazilian branch of an international bank.
 

terça-feira, novembro 11, 2008

INTERATIVIDADE

Primeiro eram vozes.
E vieram os desenhos.
Depois a escrita.
Antigamente, mandávamos cartas. À pena, à mão, à máquina, por correio, pelo fax, por e-mail.
Hoje já são mensagens instantâneas, SMS, áudio, vídeo, tudo, o tempo todo.
Para "não ser achado" só mesmo se não se logar.
Mas, hoje, quem é que não "se loga"?
Quem é que não tá na rede?

O mundo está interativo. E é preciso participar.

segunda-feira, novembro 10, 2008

Changes - I Hope

Bem, o foco da campanha de Obama foi mesmo na promessa de mudanças.
Ok, I believe and We deserve.

As intenções de Obama parecem legítimas e a impressão que tive logo após a confirmação de sua vitória foi "Caramba, será que ele já se arrependeu?"

O fato é que prometeu e agora nós vamos cobrar, óbvio. I'm sorry...

Mas que Obama pegou uma bananosa, pegou...

Os EUA estào numa crise tremenda - náo só financeira como moral.

Quando será que teremos a notícia de que não há mais guerra?

We need it.

quinta-feira, novembro 06, 2008

Mudança 2002, change 2008

Sob o título "bem-vindo, Lula", a coluna de Márcio Moreira Alves do GLOBO do dia 29 de outubro de 2002 saudou a eleição de Lula: "O povo brasileiro, sempre melhor do que as elites, fez uma revolução silenciosa, através do voto democraticamente expresso. Colocou na Presidência da República um operário, sobrevivente da miséria de seu Nordeste natal. É um fato inédito na história política do Brasil e da América Latina"Lula substituiu um presidente impopular: Fernando Henrique. Representava a esperança, a mudança. Alves citou Leonardo Boff: "Lula é a esperança, Serra a resignação". O país, emocionado, parou para ver Lula presidente. Houve incrível repercussão internacional. Sabíamos que estávamos vendo a história. Lula também. Veja o discurso dele: http://docs.google.com/Doc?id=dg5x3gf4_5fw9qcjtz
 
Terça-feira os Estados Unidos elegeram Obama. Os americanos colocaram na presidência um negro, fato inédito. Obama é a mudança e substituirá um presidente impopular: Bush. Foi eleito pela esperança, com milhares de pessoas votando pela primeira vez. O país, emocionado, parou para ver Obama presidente. Houve incrível repercussão internacional. Sabemos que estamos vendo a história. Obama também. Veja o discurso dele: http://cidadecarioca.blogspot.com/2008/11/obama-mudana-chegou.html

Obama na Cidade Carioca ou Barack é Mara!

O carioca, gaiato como só, encontrou mais um motivo para comemorar: a vitória de Obama. Vai ter festa neste domingo debaixo do viaduto de Madureira. Os flamenguistas (Mengo!) chamam seu xodó de Barack Obina. Além disso, recebi essa mensagem abaixo de uma assessoria de imprensa:
 
"Final de semana promete. (...) Temos que comemorar a vitória de Obama (...)  vamos ver no que vai dar e enquanto isso vamos sambar! Isso nós podemos! "
 
Daqui a pouco vai ter a festa Barack é Mara!

Obama: a mudança chegou

Veja o discurso de Obama após a vitória nas eleições dos Estados Unidos:



Obama's Acceptance Speech |Barack Obama

Chicago
If there is anyone out there who still doubts that America is a place where all things are possible; who still wonders if the dream of our founders is alive in our time; who still questions the power of our democracy, tonight is your answer.

It's the answer told by lines that stretched around schools and churches in numbers this nation has never seen; by people who waited three hours and four hours, many for the very first time in their lives, because they believed that this time must be different; that their voice could be that difference.
If there is anyone out there who still doubts that America is a place where all things are possible; who still wonders if the dream of our founders is alive in our time; who still questions the power of our democracy, tonight is your answer.



It's the answer spoken by young and old, rich and poor, Democrat and Republican, black, white, Latino, Asian, Native American, gay, straight, disabled and not disabled - Americans who sent a message to the world that we have never been a collection of Red States and Blue States: we are, and always will be, the United States of America.

It's the answer that led those who have been told for so long by so many to be cynical, and fearful, and doubtful of what we can achieve to put their hands on the arc of history and bend it once more toward the hope of a better day.

It's been a long time coming, but tonight, because of what we did on this day, in this election, at this defining moment, change has come to America.

I just received a very gracious call from Senator McCain. He fought long and hard in this campaign, and he's fought even longer and harder for the country he loves. He has endured sacrifices for America that most of us cannot begin to imagine, and we are better off for the service rendered by this brave and selfless leader. I congratulate him and Governor Palin for all they have achieved, and I look forward to working with them to renew this nation's promise in the months ahead.

I want to thank my partner in this journey, a man who campaigned from his heart and spoke for the men and women he grew up with on the streets of Scranton and rode with on that train home to Delaware, the Vice President-elect of the United States, Joe Biden.

I would not be standing here tonight without the unyielding support of my best friend for the last sixteen years, the rock of our family and the love of my life, our nation's next First Lady, Michelle Obama. Sasha and Malia, I love you both so much, and you have earned the new puppy that's coming with us to the White House. And while she's no longer with us, I know my grandmother is watching, along with the family that made me who I am. I miss them tonight, and know that my debt to them is beyond measure.

To my campaign manager David Plouffe, my chief strategist David Axelrod, and the best campaign team ever assembled in the history of politics - you made this happen, and I am forever grateful for what you've sacrificed to get it done.

But above all, I will never forget who this victory truly belongs to - it belongs to you.

I was never the likeliest candidate for this office. We didn't start with much money or many endorsements. Our campaign was not hatched in the halls of Washington - it began in the backyards of Des Moines and the living rooms of Concord and the front porches of Charleston.

It was built by working men and women who dug into what little savings they had to give five dollars and ten dollars and twenty dollars to this cause. It grew strength from the young people who rejected the myth of their generation's apathy; who left their homes and their families for jobs that offered little pay and less sleep; from the not-so-young people who braved the bitter cold and scorching heat to knock on the doors of perfect strangers; from the millions of Americans who volunteered, and organized, and proved that more than two centuries later, a government of the people, by the people and for the people has not perished from this Earth. This is your victory.

I know you didn't do this just to win an election and I know you didn't do it for me. You did it because you understand the enormity of the task that lies ahead. For even as we celebrate tonight, we know the challenges that tomorrow will bring are the greatest of our lifetime - two wars, a planet in peril, the worst financial crisis in a century. Even as we stand here tonight, we know there are brave Americans waking up in the deserts of Iraq and the mountains of Afghanistan to risk their lives for us. There are mothers and fathers who will lie awake after their children fall asleep and wonder how they'll make the mortgage, or pay their doctor's bills, or save enough for college. There is new energy to harness and new jobs to be created; new schools to build and threats to meet and alliances to repair.

The road ahead will be long. Our climb will be steep. We may not get there in one year or even one term, but America - I have never been more hopeful than I am tonight that we will get there. I promise you - we as a people will get there.

There will be setbacks and false starts. There are many who won't agree with every decision or policy I make as President, and we know that government can't solve every problem. But I will always be honest with you about the challenges we face. I will listen to you, especially when we disagree. And above all, I will ask you join in the work of remaking this nation the only way it's been done in America for two-hundred and twenty-one years - block by block, brick by brick, calloused hand by calloused hand.

What began twenty-one months ago in the depths of winter must not end on this autumn night. This victory alone is not the change we seek - it is only the chance for us to make that change. And that cannot happen if we go back to the way things were. It cannot happen without you.

So let us summon a new spirit of patriotism; of service and responsibility where each of us resolves to pitch in and work harder and look after not only ourselves, but each other. Let us remember that if this financial crisis taught us anything, it's that we cannot have a thriving Wall Street while Main Street suffers - in this country, we rise or fall as one nation; as one people.

Let us resist the temptation to fall back on the same partisanship and pettiness and immaturity that has poisoned our politics for so long. Let us remember that it was a man from this state who first carried the banner of the Republican Party to the White House - a party founded on the values of self-reliance, individual liberty, and national unity. Those are values we all share, and while the Democratic Party has won a great victory tonight, we do so with a measure of humility and determination to heal the divides that have held back our progress. As Lincoln said to a nation far more divided than ours, "We are not enemies, but friends...though passion may have strained it must not break our bonds of affection." And to those Americans whose support I have yet to earn - I may not have won your vote, but I hear your voices, I need your help, and I will be your President too.

And to all those watching tonight from beyond our shores, from parliaments and palaces to those who are huddled around radios in the forgotten corners of our world - our stories are singular, but our destiny is shared, and a new dawn of American leadership is at hand. To those who would tear this world down - we will defeat you. To those who seek peace and security - we support you. And to all those who have wondered if America's beacon still burns as bright - tonight we proved once more that the true strength of our nation comes not from our the might of our arms or the scale of our wealth, but from the enduring power of our ideals: democracy, liberty, opportunity, and unyielding hope.

For that is the true genius of America - that America can change. Our union can be perfected. And what we have already achieved gives us hope for what we can and must achieve tomorrow.

This election had many firsts and many stories that will be told for generations. But one that's on my mind tonight is about a woman who cast her ballot in Atlanta. She's a lot like the millions of others who stood in line to make their voice heard in this election except for one thing - Ann Nixon Cooper is 106 years old.

She was born just a generation past slavery; a time when there were no cars on the road or planes in the sky; when someone like her couldn't vote for two reasons - because she was a woman and because of the color of her skin.

And tonight, I think about all that she's seen throughout her century in America - the heartache and the hope; the struggle and the progress; the times we were told that we can't, and the people who pressed on with that American creed: Yes we can.

At a time when women's voices were silenced and their hopes dismissed, she lived to see them stand up and speak out and reach for the ballot. Yes we can.

When there was despair in the dust bowl and depression across the land, she saw a nation conquer fear itself with a New Deal, new jobs and a new sense of common purpose. Yes we can.

When the bombs fell on our harbor and tyranny threatened the world, she was there to witness a generation rise to greatness and a democracy was saved. Yes we can.

She was there for the buses in Montgomery, the hoses in Birmingham, a bridge in Selma, and a preacher from Atlanta who told a people that "We Shall Overcome." Yes we can.

A man touched down on the moon, a wall came down in Berlin, a world was connected by our own science and imagination. And this year, in this election, she touched her finger to a screen, and cast her vote, because after 106 years in America, through the best of times and the darkest of hours, she knows how America can change. Yes we can.

America, we have come so far. We have seen so much. But there is so much more to do. So tonight, let us ask ourselves - if our children should live to see the next century; if my daughters should be so lucky to live as long as Ann Nixon Cooper, what change will they see? What progress will we have made?

This is our chance to answer that call. This is our moment. This is our time - to put our people back to work and open doors of opportunity for our kids; to restore prosperity and promote the cause of peace; to reclaim the American Dream and reaffirm that fundamental truth - that out of many, we are one; that while we breathe, we hope, and where we are met with cynicism, and doubt, and those who tell us that we can't, we will respond with that timeless creed that sums up the spirit of a people:

Yes We Can. Thank you, God bless you, and may God Bless the United States of America.

segunda-feira, outubro 27, 2008

Eduardo Paes prefeito do Rio

Agora é cobrar:

TRANSPORTE

1. Implantar o bilhete único, que permite ao usuário pegar mais de uma condução pagando só uma tarifa. Mas o sistema terá de se sustentar sozinho. "Não vou subsidiar empresas de ônibus".

2. Licitar as cerca de 400 linhas de ônibus do município e reorganizar o sistema.

3. Legalizar e licitar as linhas de vans, e regulamentar o transporte complementar.

4. Ajudar o estado a implantar a linha 4 do metrô, da Barra a Botafogo (orçada em R$ 1,2 bilhão). Ajudar o estado a implantar o novo trajeto da linha 2 do metrô, para evitar baldeação no Estácio.

6. Fazer a ligação entre a Barra e os subúrbios de Madureira e Penha, por meio de ônibus articulados, o projeto T-5.

7. Pôr limites de velocidade diferentes à noite em áreas consideradas de risco. Também substituir os pardais por lombadas eletrônicas, visíveis. Sincronizar os sinais de trânsito.

8. Renovar a frota de ônibus para dar acesso aos deficientes.

9. Ajudar a Supervia a adquirir novos trens.

10. Regulamentar os pontos de embarque e desembarque de vans e reduzir a taxa do Darm (Documento de Arrecadação Municipal) das vans.

11. Dar meia-passagem a universitários. Criar passe livre para pessoas com tratamento continuado na rede municipal de saúde.

12. Expandir os postos GNV.

TRIBUTOS

13. Não aumentar o IPTU. Engordar a receita por meio da base de arrecadação.

14. Implantar a nota fiscal eletrônica, que permite acompanhar on line a emissão de comprovantes que geram arrecadação de ISS. O sistema é um meio de aumentar a arrecadação sem subir impostos.

15. Criar parcerias com os governos estadual e federal visando dar incentivos fiscais às empresas que empregarem o deficiente.

16. Reduzir o ISS das áreas de tecnologia, turismo e seguros. Dar benefícios tributários às cooperativas de táxi.

EDUCAÇÃO

17. Acabar com a aprovação automática nas escolas da rede municipal de ensino.

18. Aumentar a rede de creches, triplicando o número de vagas. Oferecer 160 mil vagas nas pré-escolas, colocando todas as crianças de 4 e 5 anos.

19. Usar clubes e áreas afins para atividades extracurriculares de alunos da rede municipal.

20. Instituir aulas de reforço em todas as escolas municipais, contratar mais professores e investir em qualificação e remuneração.

21. Criar o Pró-Técnico, de bolsas em cursos técnicos.

22. Ampliar a rede de vilas olímpicas e criar programas de prevenção às drogas nas escolas.

23. Ampliar o Ônibus da Liberdade (transporte gratuito a alunos).

24. Criar o Fundo Municipal de Apoio à Pesquisa.

LIXO

25. Não levar o aterro sanitário para Paciência.

26. Criar um programa de reciclagem de lixo.

FAVELAS

27. Aproveitar áreas abandonadas ao longo da Av. Brasil para construir unidades habitacionais.

28. Ampliar o PAC das Favelas nos grandes complexos, como Lins e Penha.

29. Continuar o Favela-Bairro, com adaptações para retomar a concepção original.

30. Ampliar os Pousos para fiscalizar construção em favelas. "Não vou permitir novas ocupações".

31. Para ter o apoio do candidato derrotado do PRB, Marcelo Crivella, prometeu implementar o Cimento Social, com adaptações.

32. Pôr em prática o Plano Municipal de Habitação de Interesse Social, para aplicar R$ 50 milhões, por ano, no financiamento de cem mil casas populares. Os recursos seriam garantidos com a parceria entre estado e União, além do apoio da iniciativa privada.

SAÚDE

33. Ampliar o Programa Saúde da Família, que no Rio, hoje, tem cobertura de apenas 7%. Criar 60 consultórios de Saúde da Família, funcionando em três turnos.

34. Construir 40 Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) 24 horas, com cinco milhões de atendimento por ano, retirando das filas dos hospitais 20 mil pessoas/dia. Méier e Madureira ganharão as primeiras UPAs.

35. Colocar os postos de saúde abrindo às 6h e fechando às 20h, com plantão permanente de clínicos, pediatras e ginecologistas.

36. Criar um gabinete integrado contra a dengue e um plano emergencial de combate ao mosquito. Contratar, logo, 1.850 agentes de saúde para isso. Postos de saúde e todas as unidades de saúde poderão fazer exame de sangue para diagnosticar a doença.

37. Assumir o papel de gestor pleno da saúde no município.

38. Criar um programa de atendimento domiciliar ao idoso. Criar 20 centros de convivência dos idosos. Readequar as instalações dos centros de saúde municipais pondo rampas, elevadores e outras facilidades.

39. Transformar postos de saúde em Clínicas da Família, com pediatria, ginecologia e odontologia.

40. Ampliar o programa Remédio em Casa para pacientes crônicos.

41. Construir o Hospital da Mulher, em Realengo; uma maternidade em Campo Grande, além de reativar a antiga Maternidade Leila Diniz. As gestantes que fizerem seis consultas de pré-natal vão receber um documento garantindo a maternidade onde terão o filho.

42. Construir cinco centros de reabilitação para deficientes.

43. Criar 150 equipes do Programa de Atendimento Domiciliar ao Idoso (PADI) e implantar 20 Lares do Idoso.

44. Criar 50 equipes multidisciplinares nas escolas, com pediatra, ginecologista, oftalmologista, dentista, psicólogo, fonoaudiólogo e assistente social.

45. Converter unidades de saúde do município em Centros de Referência da Saúde da Mulher, com criação de cinco destes centros.

46. Criar o Hospital do Idoso, na Tijuca.

47. Melhorar o Hospital de Acari e o Paulino Werneck (com obras começando em 2009), aumentar o atendimento do Salgado Filho e do PAM do Méier, além de reequipar todos os hospitais municipais, contratando mais médicos e enfermeiros.

48. Criar três centros de referência para obesos.

ORDEM

49. Criar uma Secretaria de Ordem Pública, para o ordenamento e o combate a pequenos delitos. No início, vai priorizar a Tijuca.

50. Criar corredores iluminados nas áreas que concentram bares e restaurantes, como a Lapa. A Guarda Municipal combaterá os flanelinhas.

51. Adaptar os espaços públicos de lazer aos deficientes.

52. Recuperar e conservar a pavimentação das ruas.

53. Iluminar adequadamente as ruas, em particular os acessos aos corredores de transporte público, aos pontos de ônibus e às estações de trem e metrô.

54. Propor à Câmara um novo Plano Diretor.

55. Construir novos abrigos para população de rua.

56. Criar um centro de cidadania em Bangu.

57. Criar um mergulhão sob a linha do trem de Madureira.

58. Adotar o projeto Cidade Limpa, de São Paulo, para limitar a publicidade nas ruas.

CAMELÔS

59. Ordenar, regularizar as áreas em que pode haver camelôs, dar licença e fiscalizar. Mas "a Guarda Municipal não vai bater em camelô".

APACs

60. Manter as Apacs, com as normas que protegem casarões e prédios de interesse cultural. Serão complementadas com estudos de impacto de vizinhança para construções em áreas adensadas.

ADMINISTRAÇÃO

61. Manter todos os benefícios do governo atual aos servidores municipais, como carta de crédito, plano de saúde, não cobrança da contribuição previdenciária dos inativos, e dar reajuste salarial anual. Não unir a previdência municipal à do estado.

62. Criar um sistema de acompanhamento orçamentário municipal pela sociedade. Discutir o orçamento cidadão, uma versão do orçamento participativo.

63. Instituir a Secretaria municipal da Mulher.

TURISMO E MEIO AMBIENTE

64. Levar saneamento básico a 100% da Zona Oeste em parceria com o governo do estado.

65. Recuperar as praias da Baía de Sepetiba, e as lagoas da Barra e de Jacarepaguá. Dragar os canais. Retomar o projeto Guardiões dos Rios, que contrata mão-de-obra comunitária para atuar na limpeza dos rios da cidade.

66. Implantar o projeto de reflorestamento Guardiões das Matas

67. Articular com investidores privados a construção e a concessão de um centro de convenções no Aterro do Flamengo. Estimular a expansão da rede hoteleira na Barra da Tijuca. Dinamizar o Centro de Convenções da Cidade Nova.

68. Transformar o Porto e o entorno do Maracanã em áreas turísticas. Investir na promoção da cidade no país e no exterior.

69. Transformar Copacabana em capital brasileira do turismo de terceira idade.

70. Captar recursos para despoluir a bacia de Jacarepaguá.

SEGURANÇA

71. Treinar a Guarda Municipal para trabalhar em cooperação com a polícia. A Guarda terá poder de polícia para combater o pequeno delito, terá seu efetivo aumentado e trabalhará 24 horas.

72. Reformular a Guarda Municipal com o fim do regime celetista, e aumento do efetivo, além de redistribuição da força pela cidade (ênfase na Zona Norte).

73. Equipar o efetivo da Guarda Municipal com armas não-letais e rádios de comunicação.

74. Valorizar as subprefeituras e redefinir seus limites de modo que coincidam com as Áreas Integradas de Segurança Pública.

75. Ampliar o programa Bairro Bacana em parceria com o governo do estado, priorizando áreas com alto índice de crimes de rua.

76. Multiplicar o número de câmeras de vigilância nos principais acessos aos pontos turísticos. Criar um corredor de segurança para o turismo.

77. Criar em parceria com o governo do estado uma nova Delegacia de Atendimento ao Idoso em Copacabana.

78. Apoiar iniciativas de combate à homofobia.

CULTURA E ESPORTE

79. Criar o Incentivo Jovem, para identificar iniciativas culturais e esportivas.

80. Criar um parque de lazer em Madureira. Recuperar o Imperator, no Méier.

81. Manter a terceirização da gestão do carnaval, licitando-a.

82. Conceder a Cidade da Música à iniciativa privada.

83. Criar um calendário cultural, tendo, a cada mês, 12 grandes eventos.

sexta-feira, outubro 24, 2008

Sidney Rezende demitido da CBN

Sidney Rezende é o autor do furo. Desta vez, no entanto, ele também é o personagem principal. O âncora foi demitido da CBN. Veja o relato: http://www.sidneyrezende.com/noticia/21219+sidney+rezende+fui+demitido+da+cbn

segunda-feira, outubro 20, 2008

E-Senso comum

Entre no Google e digite Rio de Janeiro. Além de fotos, pontos turísticos, hotéis, praias, cultura, história e até mesmo São Paulo, uma das sugestões será violência no Rio de Janeiro. Digitando São Paulo, as sugestões hotéis, mapa, santo, fotos, times e Rio de Janeiro. Nada de violência. Pernambuco, estado geralmente com os piores índices, também não sugere violência. Minas Gerais/Belo Horizonte, Rio Grande do Sul/Porto Alegre, Santa Catarina/Florianópolis também não. Talvez nenhum outro estado/cidade brasileiro. No E-senso comum, a violência é do Rio.

Entrei hoje na página da BBC sobre as américas. Claro, o destaque sempre é dos Estados Unidos. Há ainda bom espaço para o Canadá, México, Venezuela. Citam Jamaica, Argentina, América Latina e nada de Brasil.

Sabe de mais algum e-senso comum?

 

 

terça-feira, outubro 14, 2008

Seminário de Comunicação do BB

Começa amanhã o seminário de Comunicação do Banco do Brasil, sob o tema "Fatos e reflexões sobre dois séculos de comunicação no Brasil. As palestras vão rolar no auditório do Centro Cultural Banco do Brasil entre os dias 15 a 17 outubro.  Abaixo, a programação:

Quarta-feira – 15.10.2008. 19h – Conferência de Abertura: "A comunicação brasileira desde a chegada da Família Real", com Marialva Barbosa (Professora da UFF, diretora científica da Intercom, presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia e autora do livro "A História Cultural da Imprensa)

Quinta-feira – 16.10.2008 09h30m às 10h30m – Comunicação corporativa como agente da história das empresas, com Ciro Dias (Presidente da Abracom e da Imagem Corporativa) e Célia Valente (Jornalista, tradutora, sócia-diretora HV Produções e co-autora "Portas Abertas", que narra a experiência da Rodhia em comunicação empresarial). 11h15min às 12h15min – Marketing cultural e esportivo: importância histórica para a imagem empresarial, com Antônio Afif (Economista, consultor em marketing esportivo e autor do livro "A Bola da Vez - O Marketing Esportivo como Estratégia de Sucesso") e Manoel Marcondes Machado Neto (Professor da Faculdade de Comunicação da UERJ e autor do livro "Marketing Cultural: das práticas à teoria"). 15h às 16h – Transformações editoriais que marcaram a imprensa brasileira, com José Marques de Melo (Jornalista, escritor e professor da Universidade Metodista de São Paulo) e Carlos Eduardo Lins da Silva (Jornalista, ombudsman da Folha de S. Paulo e livre-docente em Comunicação da USP). 16h45min às 17h45min – As faces da censura na história da imprensa brasileira, com Antônio Carlos Fon (Jornalista, autor do livro "Tortura – A história da repressão política no Brasil" e vencedor dos prêmios Esso e Vladimir Herzog) e Raimundo Pereira (Jornalista, diretor da revista Retrato do Brasil, ex-repórter das revistas Realidade e Veja, dirigiu os jornais Movimento e Opinião).

Sexta-feira - 17.10.2008 9hmin às 10h30min – Novas tecnologias de comunicação e informação, com Cristina Haguenauer (Engenheira, professora da Escola de Comunicação da UFRJ e coordenadora do Laboratório de Pesquisa em Tecnologias da Informação e da Comunicação) e Fernando Bittencourt (Diretor de Engenharia da TV Globo). 11h15min às 12h15min –Nova regulamentação da TV por assinatura, com James Görgen (Jornalista, vice-presidente do Conselho Deliberativo da Fundação Cultural Piratini e coordenador do Projeto Donos da Mídia) e Ethevaldo Siqueira (Escritor, consultor, jornalista especializado em novas tecnologias, colunista de O Estado de São Paulo e comentarista da Rádio CBN). 15h às 16h – Jornalismo cultural e a relação com quem promove a cultura, com Marcos Flamínio Peres (Jornalista, editor do Caderno Mais! da Folha de São Paulo) e Ney Piacentini  (Ator, presidente da Cooperativa Paulista de Teatro). 16h45min às 17h45min – As novas mensagens e linguagens da propaganda brasileira, com Dalton Pastore (Publicitário, presidente da Associação Brasileira das Agências de Publicidade) e Angelo Franzão (Publicitário, vice-presidente executivo de Mídia da McCann Erickson e presidente do Grupo de Mídia de São Paulo).

Futebol de areia

Quem se liga em futebol de praia terá um programão neste sábado (dia 18). Todas as gerações do Juventus, tradicional time das areias, vão se encontrar em Copacabana, em frente à Rua Figueiredo de Magalhães, a partir das 14h30m. Entre os craques, Junior. Outras informações no site do Junior

segunda-feira, outubro 13, 2008

Cartola de Pedro Moraes

De acordo com Leonardo Lichote, no Som Brasil em homenagem ao Cartola, quem brilhou foi Pedro Moraes. Conheço o cabra, é bom mesmo. Fez parte da Confraria da Música Livre, na qual grandes músicos como Fernando Vilela e Thiago se reuniam.

"Estive na gravação do "Som Brasil" em homenagem ao Cartola - vai ao ar dia 31 de outubro, tarde paca, depois do Jô - e achei boas as versões no geral. Dos artistas escalados, porém, gostei especialmente do Pedro Moraes. Não era a primeira vez que o ouvia - assim que o conheci há uns dois meses pus o link pro MySpace dele aí do lado, na lista "Nos fones". No programa, ele fez releituras ótimas de "Ensaboa" e "Peito vazio", sobretudo da segunda." 

 

sexta-feira, outubro 10, 2008

Se o mundo pudesse votar para presidente dos EUA

Vote para presidente dos Estados Unidos: www.iftheworldcouldvote.com

Os premiados do Festival do Rio 2008

- Melhor Longa ficção: Apenas o Fim, de Matheus Souza
- Melhor Longa documentário: Loki, Arnaldo Baptista, de Paulo Henrique Fontenelle
- Melhor Curta - Urubus têm asas, de André Rangel e Marcos Negrão

JÚRI OFICIAL - Presidido por Wieland Speck e composto Camila Pitanga, Jorge Duran e Lita Stantic.

Melhor longa-metragem de ficção: Se nada mais der certo, de José Eduardo Belmonte
Melhor longa-metragem documentário: Estrada real da cachaça, de Pedro Urano
Melhor direção ficção: Matheus Nachtergaele (A festa da menina morta)
Melhor direção documentário: Helena Solberg (Palavra (En)cantada)
Melhor ator: Daniel de Oliveira (A festa da menina morta)
Melhor atriz: Caroline Abras (Se nada mais der certo)
Melhor curta de ficção: Blackout , de Daniel Rezende
Melhor curta documentário: 69 - Praça da Luz, de Carolina Markowicz, Joana Galvão
Prêmio especial do júri: Jards Macalé - Um morcego na porta principal, de Marco Abujamra, co-direção de João Pimentel
Menção honrosa: Apenas o Fim, de Matheus Souza

Prêmio FIPRESCI - Júri da Federação Internacional da Imprensa. Júri presidido por Diego Brodersen (Argentina) e composto por Lídice Varas (Chile), Fernando Palumbo (Uruguai), Ivonete Pinto (Brasil - Porto Alegre), Pedro Butcher (Brasil - Rio de Janeiro): A Mulher sem cabeça, de Lucrecia Martel (Argentina, 2008)

MOSTRA GERAÇÃO - Melhor filme - voto popular Somos todos diferentes (Taare Zameen Par), de Aamin Khan

Destaques do cinema mundial levam 220 mil pessoas as salas cariocas no Festival do Rio: O premiado italiano Gomorra, de Matteo Garrone; o novo filme de Woody Allen, Vicky Cristina Barcelona, o argentino La Leonera, de Pablo Trapero com Rodrigo Santoro; Queime depois de Ler, o mais recente dos irmãos Coen, O Casamento de Rachel, de Jonathan Demme, e o coreano midnight O Bom, O Mau e o Bizarro, de Kim Jee-Woon, além do documentário norte-americano Gonzo, de Alex Gibney, estão entre os filmes mais procurados do Festival do Rio. Sem contar com os quase 40 títulos da Première Brasil.

terça-feira, outubro 07, 2008

Estar na escola não é suficiente

O Brasil tem 1,3 milhão de crianças e adolescentes com idade entre 7 e 14 anos que não sabem ler e escrever. O número corresponde a 5,4% da população nessa faixa etária. O que impressiona é que 85% dessas crianças e adolescentes - 1,1 milhão - freqüentam a Escola e, mesmo assim, não estão conseguindo aprender.

Em tempos de eleições, é bom relembrar os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) do IBGE divulgados semana passada.

segunda-feira, outubro 06, 2008

Acompanhar os vereadores

O quadro não é bom: milicianos, presos, fisiologistas e poucos que se salvam. Os cariocas têm que criar o hábito de acompanhar os vereadores para aprender a votar melhor.

Abaixo, os eleitos (com *) e os 20 que estão na fila.
Posição - número - nome - partido - votos - %

* 1 45620 - LUCINHA PSDB 68.799 2,17
* 2 25625 - ROSA FERNANDES DEM 64.259 2,03
* 3 23123 - STEPAN NERCESSIAN PPS 50.532 1,59
* 4 43333 - SIRKIS PV 47.729 1,50
* 5 15123 - CLARISSA GAROTINHO PMDB 42.062 1,33
* 6 15101 - CHIQUINHO BRAZÃO PMDB 37.845 1,19
* 7 15688 - S. FERRAZ PMDB 34.546 1,09
* 8 70633 - JORGE PEREIRA PT do B 33.280 1,05
* 9 43123 - ASPÁSIA PV 31.880 1,01
* 10 45245 - TERESA BERGHER PSDB 31.375 0,99
* 11 45123 - ANDREA GOUVEA VIEIRA PSDB 28.213 0,89
* 12 11120 - CARLOS BOLSONARO PP / PSL 28.209 0,89
* 13 25678 - EIDER DANTAS DEM 27.718 0,87
* 14 40044 - DR. CARLOS EDUARDO PSB / PC do B 27.297 0,86
* 15 20010 - MARCIO PACHECO PRP / PSC 26.932 0,85
* 16 25640 - ALOISIO FREITAS DEM 26.545 0,84
* 17 25008 - TIO CARLOS DEM 25.382 0,80
* 18 15800 - JORGE FELIPPE PMDB 24.480 0,77
* 19 20126 - DR. JAIRINHO PRP / PSC 23.880 0,75
* 20 11111 - VERA LINS PP / PSL 23.528 0,74
* 21 45001 - LUIZ ANTONIO GUARANÁ PSDB 23.476 0,74
* 22 70070 - JORGE BRAZ PT do B 23.157 0,73
* 23 70670 - CARMINHA JEROMINHO PT do B 22.068 0,70
* 24 45007 - PATRICIA AMORIM PSDB 21.140 0,67
* 25 23000 - PAULO PINHEIRO PPS 20.936 0,66
* 26 10123 - JOAO MENDES DE JESUS PRTB / PRB 20.005 0,63
* 27 22007 - FERNANDO MORAES PR 19.762 0,62
* 28 12787 - NEREIDE PEDREGAL PDT 19.562 0,62
* 29 25622 - CARLO CAIADO DEM 19.042 0,60
* 30 25105 - JORGINHO DA S.O.S DEM 18.557 0,59
* 31 36500 - RENATO MOURA PTC / PMN 18.012 0,57
* 32 25101 - JOÃO CABRAL DEM 17.790 0,56
* 33 25123 - ALEXANDRE CERRUTI DEM 17.142 0,54
* 34 22222 - LILIAM SÁ PR 15.742 0,50
* 35 10789 - TÂNIA BASTOS PRTB / PRB 15.742 0,50
* 36 50000 - ELIOMAR COELHO PSOL / PSTU 15.703 0,50
* 37 14123 - CRISTIANE BRASIL PTB 14.583 0,46
* 38 15633 - PROF. UOSTON PMDB 14.282 0,45
* 39 65123 - ROBERTO MONTEIRO PSB / PC do B 14.061 0,44
* 40 12580 - DR. JORGE MANAIA PDT 14.040 0,44
* 41 12345 - LEONEL BRIZOLA NETO PDT 12.988 0,41
* 42 40603 - RUBENS ANDRADE PSB / PC do B 11.989 0,38
* 43 13620 - ADILSON PIRES PT 11.555 0,36
* 44 27777 - CLAUDINHO DA ACADEMIA PSDC 11.513 0,36
* 45 13444 - ELTON BABÚ PT 11.279 0,36
* 46 13333 - REIMONT PT 10.723 0,34
* 47 33123 - CRISTIANO GIRÃO PTC / PMN 10.445 0,33
* 48 11211 - IVANIR DE MELLO PP / PSL 6.413 0,20
* 49 28123 - BENCARDINO PRTB / PRB 5.361 0,17
* 50 43001 - PAULO MESSINA PV 5.201 0,16
* 51 31031 - MARCELO PIUI PTN / PHS 3.200 0,10
52 45601 - LUIZ CARLOS RAMOS PSDB 17.658 0,56
53 20100 - DR. EDUARDO MOURA PRP / PSC 17.027 0,54
54 25500 - LEILA DO FLAMENGO DEM 17.022 0,54
55 25100 - NADINHO DE RIO DAS PEDRAS DEM 16.838 0,53
56 20123 - ELIAS TORRES PRP / PSC 16.025 0,51
57 25587 - GUSTAVO CINTRA DEM 14.765 0,47
58 25333 - WANDERLEY MARIZ DEM 13.545 0,43
59 25253 - ATILA NUNES DEM 13.305 0,42
60 25369 - MARCOS D'ALMEIDA DEM 12.518 0,39
61 22770 - LUIZ ANDRE DECO PR 12.498 0,39
62 25654 - PAULO CERRI DEM 12.356 0,39
63 25650 - JORGE MAURO DEM 12.098 0,38
64 25222 - LUIZ HUMBERTO DEM 11.572 0,36
65 15643 - ARGEMIRO PIMENTEL PMDB 11.570 0,36
66 25025 - SILVIA PONTES DEM 11.536 0,36
67 12605 - SAMI JORGE PDT 11.510 0,36
68 40123 - ROGÉRIO BITTAR PSB / PC do B 11.504 0,36
69 25623 - ELISEU KESSLER DEM 11.487 0,36
70 12001 - CHARBEL ZAIB PDT 11.460 0,36
71 12555 - DUDA PETRA PDT 11.107 0,35

FONTE: TSE

domingo, outubro 05, 2008

Eduardo Paes X Gabeira

Votos 3.759.081 Eleitorado 4.579.365 Seções 10.702
Votos Válidos 3.279.802 Apurado 4.578.925 Totalizadas 10.701
Nulos 281.127 Não Apurado 440 Não Totalizadas 1
em Branco 198.152 Comparecimento 3.759.081
Seq. Candidato Partidos Votação % Válidos
1 15 - EDUARDO PAES PMDB / PP / PSL / PTB 1.049.010 31,98
2 43 - GABEIRA PV / PSDB / PPS 839.990 25,61
3 10 - MARCELO CRIVELLA PR / PSDC / PRTB / PRB 625.220 19,06
4 65 - JANDIRA FEGHALI PTN / PC do B / PHS / PSB 321.005 9,79
5 13 - MOLON PT 162.926 4,97
6 25 - SOLANGE DEM / PTC / PMN 128.591 3,92
7 50 - CHICO ALENCAR PSOL / PSTU 59.361 1,81
8 12 - PAULO RAMOS PDT 59.146 1,80
9 20 - FILIPE PEREIRA PRP / PSC 17.576 0,54
10 70 - VINICIUS CORDEIRO PT do B 13.353 0,41
11 21 - EDUARDO SERRA PCB 2.663 0,08
12 29 - ANTONIO CARLOS PCO PCO 961 0,03
RESULTADO SUJEITO A ALTERAÇÃO

sábado, outubro 04, 2008

Jornal interativo, mas nem tanto

Material pornográfico estava sendo enviado para o site de jornalismo participativo CBSeyemobile.com. Quando a CBS descobriu, teve que se explicar e retirar fotos e vídeos do ar. O conteúdo chegava ao site através do Eyemobile for iPhone, um aplicativo gratuito que a CBS desenvolveu para o celular da Apple como uma ferramenta para ser usada por qualquer pessoa interessada em fazer upload de conteúdo noticioso.

quinta-feira, outubro 02, 2008

Estado do Rio dá escolas para adoção

O governo do estado deu suas escolas para adoção. Pessoas físicas ou jurídicas de direito privado poderão bancar as melhorias executando obras, promovendo atividades culturais e de lazer, oferecendo assistência de saúde ao corpo docente ou mesmo programas de capacitação e reforço escolar. A Secretaria de Educação (www.educacao.rj.gov.br) publicará a lista com as unidades escolares disponíveis para adoção. Será que haverá pais para esses filhos?

quarta-feira, outubro 01, 2008

A nova glória do cineasta é parar no camelô

O blog pauta na mesa (www.pautanamesa.blogspot.com) promove o debate "A nova glória do cineasta é parar no camelô". A mesa na  Escola de Comunicação da UFRJ terá Cavi Borges, cineclubista do CaVídeo; Cacau Amaral, do CineCufa; Noir, do Fiz.TV; Wilson Wanderley, um dos responsáveis pelo projeto "Música para Meia Dúzia"; e Ivana Bentes, diretora da ECO:  Vitor Alli e Aline Melo mediam o encontro, amanhã, às 19h30m.